Donkey Kong GB e Donkey Kong Land – Os caronas

18 02 2009

Aproveitando o estouro de Donkey Kong Country a Nintendo só podia pensar em explorar mais a marca. Baseado nisso, surgiram no mesmo ano de 1994 2 jogos querendo pegar carona com o sucesso. A 1ª idéia foi – porque não tentar reviver a franquia clássica. Sim, então foi criada uma versão upgradeada do DK de 81.
donkey-kong

Título: Donkey Kong GB
Lançamento: 1994
Empresa: Nintendo
Para: Game Boy

donkey-kong5Quem começa a jogar sem dar muita atenção pode até pensar que é um remake do original, pois no inicio há uma “fase 0” que simula o arcade. Mas basta perceber o quanto ficou mais fácil, na tela inicial são só 3 diagonais pra subir. Na sequencia vem mais 3 telas, uma com esteiras rolantes, a dos malditos elevadores e por fim o final do arcade pra derrubar o DK. Na verdade isso é só um treinamento pra você pegar o jeito com o joguinho. O final do arcade, é o inicio desse jogo. O DK não se foi quando caiu do prédio ele levanta e leva a mulher outra vez pra tentar viver cenas de zoofilia com a coitada.

Diagonais again

Diagonais again

Iniciando: Uma coisa que é nítida são os novos movimentos. Mario agora pode dar pulos gigantes, plantar bananeira, agarrar e jogar itens/inimigos ao estilo Mario 2, tem mais equilibrio e ainda pode decolar se pendurando em algum fio ou cipó. Depois que chegar a fase 1, verás que o foco do jogo agora são mais puzzles do que testar suas habilidades como no original, mas ainda assim estão lá elementos vindos dos arcades Donkey Kong e Donkey Kong Jr.(a partir da segunda fase). Obviamente eles não seriam tão mongos ao ponto de botar alguma referencia ao DK3. ;p A cada 4 fases há um chefe de fase, sempre o Donkey aprontando alguma coisa.

Primeira batalha contra o macaco

Primeira batalha contra o macaco

As musiquinhas são bestinhas mas não chegam a encher a paciência. Este pode não não ser marcante como o arcade original ou o revival DKC, mas vale boas horas de diversão. Em compensação…

donkey-kong-land1

Título: Donkey Kong Land
Lançamento: 1994
Empresa: Nintendo / Rare
Para: Game Boy

A mesma Rare que fez aquele belíssimo jogo, também no mesmo ano fez esta belíssima K-H-DA. Donkey Kong Land pode ser comparado as adaptações de Mega Man do NES no Game Boy. São feitas em cima do original, com estrutura de fases novas e os agravantes tecnicos do Game Boy. Mas diferente dos Mega Mans neste Donkey Kong não conseguiram manter uma jogabilidade nem uma qualidade inspirada no original.

Na floresta o Rinoceronte enfrenta um jacaré glichado

Na floresta o Rinoceronte enfrenta um jacaré glichado

Ele tem dois méritos, bons gráficos pro hardware do Game Boy e boas músicas baseadas nas originais, os arranjos em no chip de som do Game Bo são obviamente mais fracos, porém estão descentes. Mas o que se vê depois infelizmente é terrível. PRa começar o pior de tudo – A jogabilidade. Donkey Kong e Diddy Kong parecem que estão com bolas de ferro gigantes amarradas aos pés. Muitas vezes você acha que o pulo deles alcança uma plataforma e acaba se fuuuuuuuuuuuuuuuuck! Por sinal os dois macacos não andam juntos nesta versão, você pode trocar, mas o outro some. O que deixa o jogo pior ainda são as estruturas das fases completamente sem inspiração e muitas vezes sem noção. Botaram até uma geleira na floresta, com um inimigo que é um porco de asas. Juro que tentei jogar mas não dá. É um desrespeito a obra original gente boa! AAAAU!

Tiveram coragem de por um suíno alado no jogo

Tiveram coragem de por um suíno alado no jogo

Diddy no navio

Diddy no navio

Publicidade