10 motivos para se ter um Nes

6 08 2009

Ou Famicom como chamam no Japão.

nes-console1
Mais uma vez não vou ficar repetindo jogos da mesma série no TOP, ou seja, se eu mencionar Megaman, é pelo conjunto da serie ao invés de um título específico. Devo dizer que não foi fácil mencionar as 10 series/jogos que mais me marcaram do NES porque tem muita coisa que eu gosto nesse console. Mesmo fazendo aquele painel no final com os jogos que eu quem eu não mencionei no TOP, ainda fica faltando muita coisa legal. Mas sem enrolar muito vamos começar.
10 - Legend of Zelda, The

10 – The Legend of Zelda: Criar um novo estilo de jogo que se tornara muito importante com o tempo, é mérito suficiente pra uma série aparecer na lista de qualquer cidadão. Em 1986 a Nintendo, seguindo as idéias do Shigeru Miyamoto criou o estilo Action RPG, contando a saga do Elfo Hyruliano Link, em sua eterna busca pela Princesa Zelda. As idéias de passagens secretas e itens escondidos aqui empregados minfluenciaram toda uma geração de jogos. O desafio do jogo é enlouquecedor, só para os mais persistentes. Ainda no Nes ganhou sua segunda versão que foi bastante criticada por mudar o estilo de jogo.

09 - Battletoads

09 – Battletoads: De 1986 pulamos pra 1991, ano em que a RARE(responsável por Donkey Kong Country) resolvel explorar bem o engine do NES para criar um dos jogos mais loucos e desafiantes do sistema. O que mais impressiona em Battletoads é a variação no estilo das fases. A fase 1 é basicamente dar porrada, mas o chefe de fase é bem diferente, a fase 2 é pra descer um abismo, a terceira andar numa moto voadora, depois tem uma de surf e assim por diante, sempre com um momento de dar porrada claro, porque seus personagens são sapos guerreiros (humanóides claro), seguindo a linha de sucesso do momento das Tartarugas Ninja. A trilha sonora do Battletoads é mais diferente dos jogos aqui mencionados é cheia de balanço, só ouvindo mesmo pra entender. Mais um desafio só pra experts.

08 - Yo! Noid

08 – Yo! Noid: Aqui um caso bizarro que só poderia acontecer mesmo nos anos 80, ou melhor dizendo, início de 90, 1990 sendo mais específico. Onde que um jogo criado pra promover uma pizzaria (Dominus Pizza) poderia ser uma grande aposta da Capcom e um jogo dos mais divertidos e criativos. Pois é, este foi Yo! Noid, um jogo que chegou até a ser mencionado no Capcom Classics Collection 2(Play Station 2). Noid é o cara vestido de coelho mascote da pizzaria mencionada e deve impedir que seus sósias do mal espalhem o crime pela cidade. Nas batalhas contra os chefes, ao invés de batalhas épicas, uma competição de cards valendo quem comer mais pizza.

07 - Punch-Out!

07 – Punch Out!: Onde um jogo de boxe lançado em 1987 poderia fazer parte da sua lista?! Punch-Out continua legal porque não é simplesmente boxe. Os elementos de fantasia e as tecnicas(as vezes exageradas) do jogo te fazem ficar preso ao desafio. A versão do Super Nes pode ser legal, mas essa aqui tinha regras melhores como o soco especial mais dificil de conseguir e o sistema por rounds e por pontos, tanto que a nova versão pra Wii usaram este sistema. Detalhe que foi inicialmente lançado com Mike Tyson te desafiando no final, depois relançado sem ele porque tinha sido preso.

06 -Contra

06 – Contra: Originalmente vindo dos arcades, Contra e Super Contra ganharam grande notoriedade no NES. É nítido nestes dois jogos a influência de filmes de ação e ficção dos anos 80, muitos momentos lembram Rambo, Predador e Alien. Nessa época, ser um herói com uma metralhadora nas mãos era o máximo. No meio de tanto tiro, a bela trilha sonora da bnada Kuheiha Club, especialmente em Super C, que explora o canal de som do Nes de maneira nunca vista antes. Ambos são grandes desafios, mas ambos tem truques pra ganhar 30 vidas, então o negócio é usar o truque e terminar como treinamento e depois se desafiar a terminar com as 3 vidinhas iniciais.

05- Capcom Disney

05 – Jogos da Disney pela Capcom: Nem preciso falar muito destes porque já falei sobre todos em Junho. Mas vale lembrar, apesar de serem títulos licenciados, nessa época, os grandes produtores de jogos trabalhavam nestes títulos. Daí surgiram jogos memoráveis como Duck Tales, Chip’n’Dale, Little Mermaid e Darkwing Duck.

04 - Ninja Gaiden 2 - The Dark Sword of Chaos (U)_01

04 – Ninja Gaiden : Ao lado dos super soldados de metralhadora, ninjas eram outra marca considerada “CHOCANTE” dos anos 80. Apesar de eu achar os jogos de Shinobi e Shadow Dancer do Mega Drive memoráveis, ainda acho que o melhor jogo com tema de ninja já feito é Ninja Gaiden Episode 2 – The Dark Sword of Chaos. De fato Ninja Gaiden originalmente era uma trilogia (Gaiden 1 foi surpreendente, 2 é a supremacia e o 3 é um complemento) marcada pelas revolucionárias e cinematográficas cutscenes, obviamente simples para os padrões de hoje, mas era o mais próximos das animações de computação gráfica que tinhamos na época. As fases além de terem um desafio muito alto eram criativas que iam de altos de prédios, trens em movimento e montanhas. Um destaque TRASH marcante era um inimigo pássaro amaldiçoado que era conseguia importunar sua vida mais que inimigos humanos. Chegou a ganhar spinoffs para Master System, Arcade e Mega Drive, mas nenhum marcante, mas só com ressureição da serie para consoles modernos como Xbox, Play Station 3 e o portátil DS o nome de Ryu Hayabusa voltaria a se tornar popular.

03 - Mega Man 2 (U)_01

03 – Megaman: Outra série que eu falei detalhadamente jogo por jogo este ano. Uma das coisas que surpreendem nessa série é que por mais que consoles venham e vão ele continua a cara do NES, mesmo não sendo um personagem da Nintendo. Por esse motivo fizeram de Megaman 9(2008) a cara do Nes. Os jogos de Megamannessa época vendiam tanto que a Capcom encomendou 6 versões num só console. Estreiando oficialmente em 87 trouxe nvidades como a opção de qual fase começar e as armas que se conseguia com os chefes, fora uma secreta. Mas em 88 a segunda versão é elevada aos céus pelos fãs e até hoje lembrada, assim como a terceira de 1990. A 4ª versão merece também algúm destaque, foi lá que megaman aprendeu a carregar seu tiro. 5 e 6 surgiram depois, interessantes, mas sem o mesmo destaque.
02 - Castlevania (PRG 1) (U)_01
02 – Castlevania: Conheci meio q por acaso essa série. Meu tio ia comprar um jogo de presente pra mim, mas o que eu queria era mais caro aí ele comprou esse tal Castlevania que estava em promoção. HAHA. Originalmente era uma trilogia do NES (antes tinha aparecido no MSX, mas era chato), hoje em dia quase todo ano sai Castlevania. Os dois primeiros (1986 e 1988) falam sobre Simon Belmont e sua missão de matar o Drácula e se livrar da maldição que o vampiro jogou sobre ele. O terceiro(1990) contava uma história mais antiga que a de Simon, onde todo um reino sofria a maldição do vampiro. Para acabar com o terror, uma aliança incomum é formada por Trevor Belmont, o pirata Grant Danasty, a maga Sypha Belnades e o filho de Drácula, Alucard. O 1º jogo é curto mas é o maior desafio da séire até hoje, ou seja, apesar de curto você vai passar várias vezes a mesma fase pra descobrir estrátegias pra derrotar cada desafio. O segundo não há grandes desafios de inimigos, mas o jogo em si é um labirinto sem mapas, ou seja ele tenta te vencer pelo cansasso. É meio RPG, onde há vilas, itens especias pra comprar e level pra subir. Já o terceiro volta ao estilo do 1, dificil ainda, mas não tão hardcore. O jogo é longo e oferece passwords. Dentre as novidades além de um roteiro mais desenvolvido, haviam opções de caminhos a se tomar durante as fases o que implica que o jogo fica diferente cada vez que se joga. Um destaque em comum dos 3 jogos são as músicas novamente pela banda Kuheiha Club, muito marcantes, chegando a tocar nos jogos recentes ou nas apresentações das orquestras que tocam músicas de jogos. Vale também destacar o nível da obra de arte que é o terceiro jogo, considerado o melhor já feito por Koji Igarashi, o responsável pelos jogos da série do Synphony of the Night em diante.

01 - mario

01 – Super Mario Bros.: O que me leva a colocar o Super Mario Bros. acima dos Castlevania? Fator revolução do mercado. Isso eu acho que deve ser considerado acima até gosto pessoal. Super Mario Bros.(1986) foi a criação de um estilo, a criação de regras de como se funciona um jogo de plataforma e além disso recuperou o mercado de consoles. Do final de 1983 até inicio 1986 o mercado de consoles nos EUA estava numa depressão profunda desde de que o ATARI fora bombardeado por títulos de qualidade duvidosa. Vindo do sucesso das terras nipônicas a Nintendo apostou tudo na idéia de Shigeru Miyamoto que tinha colocado a empresa no alto com o sucesso do arcade de 1981, Donkey Kong. Assim iniciou a eterna busca de Mario pela princesa Peach das garras do Rei Koopa. A segunda versão saiu um ano depois no Japão, mas era apenas um pacote de expansão do original. Para o lançamento do americano a Nintendo resolveu fazer diferente e hackeou um jogo japonês, lançando como Super Mario Bros. 2. Neste era possível jogar com os irmãos Mario e o cogumelo Toad, além da Princesa. Era um jogo divertido mas controverso, não haviam os elementos do jogo original, nem sequer o pulinho na cabeça dos inimigos. Assim como o Castlevania, na terceira versão, Mario volta ao estilo do original, mas de forma turbinada e cheia de novidades. Além da fácil jogabilidade, Mario agora podia voar e vestir roupas que davam poderes especiais como a tradicional flor de fogo do original, folha(pra voar e atacar), sapo, racoon, irmão martelo e outras coisinhas. O jogo também trazia um mapa mostrando a extensão dos 8 mundos gigantescos, temáticos e variados, fazendo desta uma longa jornada já que não tinha save ou password. Os jogos foram relançados em sistemas posteriores. Mario é um personagem que vende milhões de jogos até hoje, mas nenhum deles se compara ao impacto do Super Mario 1 e 3.

Mencionados
E você sentiu falta de quem?!

Anúncios

Ações

Information

One response

7 08 2009
Cosmão

Como uma lista dessas não tem PAUER BLEIDE ? Hahaha, zuera cara!
Selecionou a NATA dos jogos de NES, ao ver os jogos da Disney ali é impossível não pensar nela nos dias de hoje. No passado, jogos da Disgay eram referência pra qualquer soft, hoje em dia a coisa mudou muito, infelizmente.

O NES é um console que reúne MUITAS franquias consagradas e que geram continuações até hoje, por isso é complicado colocar TODOS os jogos de sucesso dele, mas a lista ficou foda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: