SD Hero Soukessen Taose! Aku no Gundan

23 11 2009

Título: SD Hero Soukessen Taose! Aku no Gundan
Sistema: Nes
by Banpresto

Nas locadoras da época, este título era conhecido pelos pivetes por “Jogo do Jaspion”.

Estava procurando evitar jogos do SD Gundam, porque não representam nenhum universo dos heróis em si, mas abri uma exceção para este simplesmente pela presença de uma porrada de personagens, alguns deles com uma grande notoriedade no Brasil, tais como:


Sim, caro leitor! O policial Jiban, Metalder, Kamen Riders(sim, mais de um), Ultraman, o robô Gundam, dentre outros num só game, num estilo que lembra os jogos de Megaman, incluindo opção de por qual das 8 fases você deve iniciar. Poderia ser mais épico se não fossem certos problemas:

Metalder, cabeça amassada!

Pra começar, os gráficos dos SD Metal Heros, assim como dos inimigos, ficam um tanto confusos, ajudados também pela fraca palheta de cores. Certo que o Nes não é nenhum grande exemplo em cores, mas é nítido, se compararmos com vários títulos do console, que poderiam fazer um trabalho melhor. Acreditem, tive trabalho na hora de por screenshots aqui, pois em muitas delas o gráfico era tão escroto que ficava difícil entender o que era o personagem na tela. Pra completar, durante os pulos os heróis ficam falando porcarias que só deixam a tela mais tosca.

Jiban encara um chefe

Isso seria um Gundam

A jogabilidade também não ajuda muito, principalmente em momentos onde é necessário ter reações rápidas. Os inimigos por muitas vezes acabam te atingindo por serem necessários muitos golpes pra derrubá-los, e alguns deles, por nenhum bom motivos, parecem imortais, como um certo inimigo voador que fiquei um tempão golpeando até ele acabar com meu boneco. Felizmente o HP é grande e se acontecer de um inimigo não quiser morrer, passe direto que é o melhor a se fazer.

O que poderia ser o maior atrativo do jogo acaba em alguns momentos também sendo frustrante: A escolha dos personagens. Você não tem controle sobre quem controla. Na seleção de fases mostra com quem você vai jogar num determinado estágio, mas há bem mais heróis dos que aparecem naquela tela. Você terá de trocar de personagem pegando itens durante a fase, e o item nem pergunta para qual personagem queres trocar, e pior ainda, as vezes não dá nem pra perceber com quando este item aparece, geralmente deixado por inimigos. Numa só fase, eu comecei jogando com um herói que não conhecia, troquei pro Jiban, 10 segundos depois já estava com o Metalder, e em mais10 segundos já tinha voltado a o herói inicial. Cara que coisa chata, porque essa porcaria não coloca uma tela de seleção pra gente ao invés dessa escolha aleatória ridícula.

Kamen Rider seja lá qual for

Game Over com incentivo a Hentai

E se acham que acabou, enganam-se, porque o soundtrack é repetitivo pra CARAHO, o que acaba fazendo com que este título não seja nada além de uns caça-níqueis do passado, e sirva de curiosidade nos dias de hoje.

Anúncios

Ações

Information

2 responses

24 11 2009
Nesbitt

Sinceramente, não achei que fosse malhar o pau nese joguinho que é bem divertido. Joguei ele de boa no console e atualmente no emulador, e não achei uma jogabilidade escrota, existem coisas piores por aí para se chamar de caça-níqueis…como os sd gundam do snes…esses sim são escrotos.

Mas cada um com sua opinião, pra mim é um jogo que te diverte por horas, sem ter tido nenhum hype por ter passado batido por muitas pessoas.

25 11 2009
César

Aaaah, mas o jogo é bonito!! Poxa. 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: