Adventure – Um clássico da Pré-história dos jogos de aventura

18 06 2010

Título: Adventure
Sistema: Atari 2600

Vejam, meus caros leitores, como o tempo e os fatos podem ser cruéis com a fantasia das crianças, principalmente nas quando se tem ilusões causadas pelo nosso país e sua eterna pirataria.

Qualquer jogador mais idoso como eu já deve ter jogado, visto ou ouvido falar de Adventure, um clássico do Atari 2600. Uma dos “charmes”, se é que podemos falar assim, dos jogos desta época é que as imagens não eram definidas, ou seja, o jogador tinha que contar com sua imaginação, quando no máximo poderia ser auxiliado a entender o que acontece na tela com ajuda da arte da caixa e  do manual de instruções.

Claro que desde do tempo do atari a maioria dos jogos que rodavam Brasil a fora eram piratas. No meu caso, o Adventure veio num 4 in 1, famosérrimos no atari, onde haviam dois interruptures no cartucho, e o jogo era selecionado fazendo-se combinações de posições deste interruptures. Isso implica que eu não tinha nenhuma arte relacionada ao jogo, e nunca tinha visto nada sobre ele nas raras publicações de Atari da época, o que me fez criar tudo o que acontece na minha mente… Acompanhe esta bizarra fantasia infantil de um garoto de 5 anos, de volta a 1986, a época em que ganhei o Atari.

O QUE EU PENSEI

Era uma vez o Sr. Quadrado, ele vivia feliz na quadradolândia.

O Sr. Quadrado tinha um "ploblema". Ele gostava muito de taças do mundo de futebol.

Disposto a pegar uma nova taça, o senhor quadrado vai para uma missão, onde enfrenta terríveis patos carnívoros que adoram comer quadrados, e um urubu que insiste em roubar seus itens(urubu?!)

Com sua picareta, o quadrado mata o pato mau e com seu atravessador de paredes, engana o urubu

e agora o sr.quadrado pode comemorar sua propria copa do mundo.

Snif Snif! que apropiado para o momento… Agora vejam como era o jogo.

E o que os criadores realmente queriam mostrar…

AAAAAAAAAGH! DESTRUIRAM MINHA INFÂNCIA FELIZ!

Depois dessa não vou nem resenhar o jogo… Mas basta dizer que o modo 1 qualquer um termina, o modo 2 terminei raras vezes com muita dificuldade(urubu maldito!) e o terceiro é praticamente impossível!!!!

Anúncios

Ações

Information

6 responses

18 06 2010
Orakio "O Gagá" Rob

Aê, nota dez o post! ^_^

Muito bom. E você é um artista, rapaz 🙂

18 06 2010
Eric Fraga

ehehehe, simplesmente adorei.

Não tem uma pessoa sequer que não lembre dos dragões como patos, outro dia falando com um colega não-gamer hoje ele lembrou “ah, eu gostava daquele que tinha uns castelos e você usava uma seta pra matar uns patos”.

21 06 2010
Han

Muito bom =]

25 06 2010
Anônimo

Repare na mão do dragão na capa.

27 06 2010
GLStoque

Diga não as drogas! Jogue video-game!
Alucinações são saudáveis e estimulam sua imaginação.

26 07 2010
Dário

Ah, naquela época era mais imaginação e menos “experiência de jogo”, e daí aindam perguntam por que dos games atuais não terem a “magia”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: