Back to the Future 3 – Uma nova maneira de resenhar

28 04 2010

Olá amiguinhos, já falamos sobre vários cientistas este mês, e claro o clássico Dr. Ernest Marrom da série de filmes De Volta para o Futuro, não poderia ficar de fora. Mas hoje vamos fazer de forma diferente, vos apresento a foto resenha, uma maneira de resenhar toda a frustração ou emoção de um joguinho através de imagens. E para tal vos trago uma celebridade de internet, RAGE, o popular FUUUUUUUUUUU…

Título: Back to the Future Part III
Ano: 1991
Para Mega Drive
Produção da POBRE distribuído pela ARENA

Esta resenha tem o padrão REIROM de qualidade

Muito bom heim? O Sr. Rage é  praticamente o Chaplin hardcore! Mas depois de resenhar este pedaço de sucata, ficou faltando destacar isso: depois de tanto perder na primeira tela, descobri que os machados devem ser… derrotados! Era a última coisa que eu pensaria, dar um tiro num machado!!! Mesmo chegando um pouco mais longe depois dessa maravilhosa descoberta ainda não consegui sair da primeira tela!!! Estranho acho que esse mês vai ter duas bombas do mês! Pobre Dr. Ernest não merecia isso.

Atirando num... machado(?!?!?!)

Anúncios




Dr. Jekyll and Mr. Hyde – HUAHUAHUAHUA BR BR!

12 04 2010

TÍTULO: Dr. Jekyll and Mr. Hyde
RESPONSÁVEISA: Bandai, Advance Communication Company e Toho Cinefile-soft Library
PARA: NES

Como vocês sabem, muitos jogos são ruins, mas poucos são (in)dignos de serem…

A BOMBA!
LA BUEEEEEEEEEMBAAAAAAAA!
DE MÊS!!!

Bomb Jump WTF?!?!?

DOUTÔ JECA E SINHÔ ISCONDIDU!

Essa bengala não serve pra nada... saudades do tio patinhas

Se não sabem, deveriam saber que Dr. Jekyll and Mr. Hyde é um livro/filme clássico, onde um cientista (estúpido?) se usa como cobaia de sua fórmula experimental e acaba virando a primeira encarnação do incrivel Hulk. Tudo bem que seria uma idéia interessante pra um jogo de horror / ação, mas infelizmente juntaram um bando de retardados para criar o jogo. Eu vou destacar aqui o único ponto positivo: o cenário é bem acabado pra época e para o console. E só. De resto meu amigo, a tempos não via um jogo com tantos pontos negativos, esse está com certeza entre os piores jogos já produzidos para NES, quiça da história dos jogos eletrônicos. No Nes, ruim igual a esse acho que só o Cheetah Men 2. Tudo aqui é ruim, a jogabilidade, a idéia dos inimigos, do estilo do jogo, o som, os sprites e até a caixa e a tela de abertura são ridículas.

Olha o jeito que esse bichano ataca!

Até onde minha mente aguentou esse jogo, você começa com o Doutô Jeca passeando pela cidade, mas a vizinhaça é a mais bizarra possível, comparavel a vizinhaça do Paper Boy(lembram desse?). Pela cidade andam cavalheiros que soltam bombas(?), dondocas que te empurram, moleques de estilingue, gatos assassinos que andam na ponta das patas, cachorros loucos e pássaros que cagam sem parar(é sério isso, não tô querendo fazer gracinha). Sem nenhum bom motivo, todos esses seres debilóides estão loucos pra te atacar. E o que fazer? O Jeca não tem arma nenhuma, um botão pula e outro dá uma bengalada que estranhamente não serve pra nada… vocês entenderam? em CAPS por favor: “VOCÊ ESTÁ SENDO ATACADO POR PESSOAS E ANIMAIS BIZARROS E SÓ TEM UMA BENGALA QUE NÃO MATA NINGUÉM!”.

Chuva de bosta causada pelo pássaro

Agora você sabe porque chamam isso de jogo de horror, porque é tudo horrível! Quando inevitalvelmente você apanhar muito pela cidade, a segunda barra(meter) vai secando até você virar o Hide. Quando você pensa que a coisa vai ficar legal e você vai poder matar a vizinhança toda… SURPRESA, Mr. Hide é teleportado pra uma outra dimensão a noite onde a tela anda sozinha e ele só pode dar um soquinho que é muito ruim pra acertar os inimigos que são muito ágeis.

Virei o Sr Escondido, mas o jogo só piorou. E QUE RAIO DE INIMIGO É AQUELE?!?!!?

BANDO DE PUTOS! QUE MERDA!!!! O QUE ELES QUERIAM COM ISSO?!?! COMO ALGUÉM PENSA QUE ISSO SERIA DIVERTIDO?!

Não vale o cartucho que foi gravado… aliás não vale nem a ROM que foi transformado! Quem estiver com um cartucho, troco por um pacote de bolacha!

Isso lembra algum outro jogo?





Barbie nos 16 bits – Resenha dupla da boneca maldita

10 02 2010

Sim, eu me submeti a isso. Vocês me devem uma medalha agora.
Alguém já viu a Barbie no Nes? Acredite, no Snes e Mega Drive a coisa é pior ainda. E claro esta é LA BUEMBA DO MÊS
Acompanhem:

Título: Barbie Super Model
Sistema: Mega Drive
Também disponível para: Super Nintendo
by Hi Tech Expressions
Com a colaboração da Matel e Tahoe Software (Tá ruim Software, ruim mesmo… que
softhouse é essa mesma?!)
em 1993

Se fosse escolher quais seriam os 3 piores jogos de toda a geração dos 16 bits, com  certeza esse seria um deles. Não é por ser a boneca ridícula não, o jogo é ruim MESMO.

Esse jogo foi feito pra tentar trazer mais meninas pro mundo dos joguinhos, creio eu que  algumas pivetas devem ter jogado, mas duvido muito que tenham sido conquistadas pelo  jogo.

Pra começar o jogo é graficamente ruim, creio que até no Nes tenham jogos com melhores  gráficos que esse. O desenho da abertura até lembra a boneca, mas quando o jogo começa a  Barbie parece que envelheceu, com uma cara de Pamela Anderson dos dias atuais, comprovem  nesta foto:

O jogo consiste em minigames que supervalorizam futilidades femininas como se o interesse por carros, roupas da moda e claro maquiagem exagerada, um verdadeiro treinamento de pu**.

Ele mostra essa figura e pede pra vc achar a mesma figura.... Jogão né?


Os minigames por sinal não tem a mínima graça, passear pela cidade num carro mais lento  que uma tartaruga menstruada, escolher a figura certa(alguém consegue errar nesse  jogo?!), ou pintar a cara da boneca de acordo com uma revista.

A propósito, o jogo tem trilha sonora, mas pelo bem da vossa sanidade mental, aconselho  desligar o som para não ouvir a série de piados, ruídos e afins que eles colocaram como  música.

Pinte a Barbie e seja feliz


Deu pra sacar qual é a dos programadores né? Mas o pior é que no ano seguinte:

Título: Barbie Vacation Adventure
Sistema: Mega Drive
Também disponível para: Super Nintendo
by Hi Tech Expressions
Com a colaboração da Matel e Software Creations
em 1994

Errar(mesmo que seja um EPIC FAIL como o anterior) pode ser humano, mas errar duas vezes  num curto espaço de tempo é o que chamamos ter MERDA na cabeça.

Esse jogo não chega ao ponto de ser um dos piores jogos de todos os tempos como o  anterior, mas ainda assim é uma bela fonte de lixo tóxico.

Os desenhos não estão tão feios comparados aos do anterior, mas o gráfico ainda é bem fraco, a  boneca da abertura pouco lembra a original.
Mais uma vez colocaram Barbie cercada de minigames bestas que te farão desistir do jogo  em 5 minutos, mas pelo menos dessa vez não tem excesso de futilidades.

Em busca dos minigames

No início seu nome é perguntado, mas não vi ele sendo utilizado nenhuma única vez. Depois  um mapa mostra alguns pontos dos Estados Unidos onde se passam os jogos, dentre eles a  casa da Barbie que na verdade é uma mansão.

Fofocando safadesas

Antes de partir é claro que você pode ajustar as cores das roupas dela, que mudam de  acordo com o local visitado, já que você é uma garota FASHION!

Joguei em 3 localidades diferentes, o que me levou a 5 minigames bestas. No CARNIVAL, foram duas modalidades de tiro ao Álvaro diferentes, vejam as fotos.


Esses palhaços com boca aberta… sei não, parecem mais mensagens subliminares eróticas.  Acerta as bolas na boca aberta do palhaço. Bah!

No final ainda tive um minigame clichê mais chato de acertar o martelo e fazer o pequeno  peso subir.

Indo pra casa da boneca, encontrei as amigas fúteis e um minigame estilo “PASSARIM NO NINHO”(HAHAHAHAAHAH Ninguém lembra disso!), ou seja,  deve-se rodar pela casa procurando presentes.

Por fim, fui ver como era a fase na praia da Flórida, que é um mergulho nas profundezas  em busca de tesouros para a porca capitalista. Claro que não têm inimigos e o ar nunca  acaba.

Depois dessa eu já não agüentava mais esses game e vim compartilhar essa frustrante  experiência com vocês. Win?!





The Masked Rider: Kamen Rider Zo – PIOR dublagem de todos os tempos

17 11 2009

Vocês estavam sentindo falta dela? Mas ela está de VOLTA!!!!

COOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOM VOCÊSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS!!!!!!

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

BOOOOOOOOOOOMBAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

(CAMPIONATO BRSILENHO 96?!)

A BOMBA

A BOMBA

LA BUEMBA DE MÊS!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Título: The Masked Rider Kamen Rider Zo
Sistema: Sega CD
Em: 1993
by Bandai

Sim, vos trago mais Kamen Riders! Desta vez, Kamen Rider Zoologico…

Este meus amigos é um jogo tão ruim que vale a pena jogar pelo menos o começo pra rir dos fatos que ocorrem a todo segundo. O estilo do jogo é na linha de animação interativa tais como o clássico Dragon’s Lair ou Space Ace, mas este você não tem que adivinhar o movimento, o que não ajuda tanto a facilitar o jogo. Mas primeiro vamos assistir a abertura genial, onde um vilão surge de uma bicicleta acabada e um monte de sucata:


Na seqüência tomamos consciência que esta é uma produção japonesa e os americanos porcamente dublaram. Então uma cena com o Kamen Rider peladão tem problemas com pernilongos.

Kamen Rider peladão descansa

É aí que o jogo inicia. Na tela de opções você pode aumentar os continues até 5, e o nível de dificuldade. Mas não adianta colocar no easy, com 3 erros você já dá Game Over. O jogo é muito difícil, mas é uma dificuldade insuportável, pois todas asvezes que você põe um dos poucos continues é obrigado a assistir todas as partes do video. E então começa a fase 1, ou melhor batalha 1. É aí que você vai perceber o quão ruim é essa dublagem. Como se não bastasse os lábios deles se movimentarem falando japonês e saindo vozes americanas, a qualidade dos dubladores é de nível duvidoso. Apenas dêem o play neste video. A qualidade está horrenda, porque além de eu teer gravado do meu celular, o Sega CD não consegue fazer cideos em boa qualidade. Mas o que interessa é o audio, atentem:

Dá pra acreditar no que vocês acabaram de ver? Que tal assistirem mais uma vez. Vão lá e dêem o play de novo.

HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA HAAAHAHAHAHAH!!!!!

CAAAARAAAAAHOOOOOO!!! São 3 crianças conversando, e os 2 amiguinhos coadjuvantes estão sendo dublados por marmanjões com mais de 30 anos!!!! Ou talvez seria o mesmo dublador pra os dois moleques?! E o pior de tudo, eles nem sequer tentam disfarçar as vozes!!!! Eles falam como se estivessem conversando no seu dia a dia!!!

Me perdoem mas tenho que assistir de novo! Esse é um video que merece ser visto todo dia pelo menos umas 3 vezes!!!!!!!

Se depois dessa cacetada você ainda conseguiu continuar jogando, o moleque sai correndo de uma bolinha do mal e você deve fazer as sequências de botões em poucos segundos para a barra de life não secar, que como eu disse 3 erros é game over, não tem vidas.

Corre MULEKI!

Bem o máximo que fui foi ao final da segunda batalha onde chega o Kamen Rider pra salvar o moleque do monstros que era a bolinha… BAH! Que saco isso! De qualquer maneira os fãs do(s) milhões de Kamen Riders provavelmente vão ter coragem de jogar este lixo atômico.

Kamen Rider Chegou!

Kamen Rider bate!

Kamen Rider leva

Kamen Rider se mata





Mario`s Time Machine – Um dos maiores desastres da carreira do Super Mario.

26 05 2009

Não resisti e tive que colocar mais uma bomba do mês nesse jogo, agora são duas bombas num só mês ;p. Também quem mandou licenciar o nome pra Software Toolworks?! Eles devem ter achado maravilhosa a idéia “É EDUCATIVO! UM TITULO EDUCATIVO” BAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!

Mario’s  Time Machine
Softhouse: Software Toolworks licenciada pelo Nintendo
Pra: Super Nes e Nes
Em: 1994
Como posso vos explicar esta praga que veio em duas versões diferentes. Porra com tanta coisa boa relacionada a viagens no tempo como os filmes de Back to The Future, ou o jogo Chrono Trigger, eles me vêm com um joguinho educativo fajuto sobre historia mundial estrelado pelo encanador matador de répteis… Mas enfim as duas versões são bem diferentes mas também são igualmente podres vamos fazer análises separadas das duas versões:

Na porta do museu o Sprite colado do Super Mario Bros. 3

Na porta do museu o Sprite colado do Super Mario Bros. 3

NES – Mario e Yoshi estavam a passear e encontram o Museu do Bowser(?!). O curioso dino entra no museu e Bowser o prende na catacumbas e Mario parte pra o resgate. E aí? Aí já não faz sentido nenhum, tu aparece no tal museu com várias portas. Não importa a porta que tu entre sempre vai parar no mesmo cenário que é baseado no arcade original “Mario Bros.” (atentem que eu não estou falando de Super Mario Bros.) Nesta tela tu deves matar 3 tartarugas acertando-as por baixo das plataformas. elas deixarão então um item qualquer relacionados a fatos históricos (exemplo: Maçã para a descoberta da gravidade por Isaac Newton) Então você vai pro cano do meio que é uma máquina do tempo e seleciona o ano que tu queres ir e olha que não são poucos.

Tela do museu. Porque ele teria fotos do Yoshi e do DK Jr.?

Tela do museu. Porque ele teria fotos do Yoshi e do DK Jr.?

 

Tela baseada no Mario Bros.

Tela baseada no Mario Bros.

Então serás levado para um cenario relacionado ao ano como Prehistoria, Grécia Aantiga, Inglaterra medieval, Laboratório de Albert Einstein e até o Muro de Berlim. Os cenários são bem curtos e tem alguns inimigos como hammer bros. tartarugas e plantas mas eles não te matam nunca. Se você levar o item pra uma época errada vem um pássaro puto e leva o item embora e você deve começar a caçada de novo. Faça isso até devolver todos os itens.

Fase n odeserto... mas você nunca morre nesse jogo.

Fase n odeserto... mas você nunca morre nesse jogo.

Animou-se? Ainda não? Pois saiba que a música do jogo é das mais insuportáveis que eu já escutei no NES.

SUPER NES – Aqui a coisa complica… Definindo o jogo com uma palavra: Nojo! Ou talvez Abominação! O jogo tem desenhos toskalhões de tão mal feitos, é desorganizado e muito mais chato.

Desenhos horrendos.

Desenhos horrendos.

O objetivo é devolver os itens historicos pros seus fatos como por exemplo a nona sinfonia de beethoven e a maçã que caiu na cabeça de Newton. O problema é que não dá pra entender o que se deve fazer nesse jogo. Primeiro tu escolhe um item. Apertando o R você responde um teste de multipla escolha sobre o assunto do item. É isso mesmo o VESTIBULAR DO MARIO GENTE BOA! QUANTA DIVERSÃO! Aí tu liga a máquina do tempo com o L que não faz sentido algum porque tu podes escolher qualquer ano mas so viaja pra alguns mas se não quiser ir pelos numeros é so escolher a localidade na parte de cima da máquina.

Os itens...

Os itens...

 

ZZZZZzzzzZZZZZz

ZZZZZzzzzZZZZZz

Então tu és jogado numa fase chulé onde o Mario sai surfando caçando cogumelos desviando de redemoinhos e espinhos. Eu peguei todos os cogumelos e não me adiantou nada! Que merda o jogo não mostra nada que você deve fazer! 

A fase chulé de Surf

A fase chulé de Surf

Pra PQP quem teve a pior idéia possivel pra um jogo do MARIO!





Ninja Gaiden Mega Drive – Jogue com Hayabusa Bebum! gAIDENTO!

19 05 2009

Ninja Gaiden (JUE) [x]000

Título: Ninja Gaiden
Produção da Tecmo
Para: Mega Drive
Em: 1992

Aê crianças é hora de queeeee?!

A BOMBA!
LA BUEMBA!
D’A BOMB!
THE BOMB!
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA BOOOOOOMBAAAAAAA!

DO MÊSSSSSSSSSSSSS!

Estrelando Ryu Hayabusa.

QUIUPARIU!!! Mais um horrendo jogo de 1992 e no mesmo sistema, o Brega Drive!(Veja Rastan Saga 2)

Faço logo de cara uma teoria conspiratória: Será que a SEGA queria queimar a imagem dos sucessos do Nes adptando eles ridícula e horrivelmente? Conte os jogos marcantes de Nes que foram piorados no Mega Drive: Mega Man 1/ 2 / 3, Battletoads, Simpsons Bart vs Space Mutants, Batman Revenge of Jocker… e claro Ninja Gaiden. Talvez eles quiseram piorar pra quem não conhecia os do Nes não se interessar pelo console. “Olha o sucesso deles é o Ninja Gaiden, joguem o nosso Shinobi que é muito melhor”, eles deviam pensar…. Claro é só minha teoria… ;p

O fato é que Ninja Gaiden foi reduzido ao pior Beat’n’Up (estilo Final Fight) do Mega. Você não leu errado, o jogo de plataforma/ação virouum Beat’n’up dos mais vagabundos.

Cutscenes não valem a pena também

Cutscenes não valem a pena também

Ninja Gaiden ficou bastante conhecido no Nes devido a narrativa cinematográfica das cutscenes do jogo que foi o precursor dos famosos videos em CG dos jogos de hoje. Essa versãozinha do Mega ainda conta com cutscenes, mas estranhamente são muito, repito: MUITO, inferiores a trilogia do 8 bits.

Esse problema não seria tão importante assim se ao iniciar o jogo você se deparasse com um estilo completamente diferente.

Quer merda, virou Beat'n'Up

Que merda, virou Beat'n'Up

O pior ainda ao andar você perceberá que seu Ninja não consegue andar numa linha reta, o que me faz concluir que seu Ninja está completamente embriagado. Falando sério, a jogabilidade é muitop porca, não sei como ou porque, mas o Ninja não anda direito. Sem que você queria ele estará andando pras diagonais… IMUNDO! Os quadros de animações dele também são feias o que mostra um baixo investimento financeiro no jogo.

Baitolagem?!

Baitolagem?!

Os golpes são poucos e repetitivos, assim como os golpes dos inimigos. Há um golpe especial limitado que eu esperava ser um Ninjutsu ou Shurikens, mas não passa de uma “tesoura” semelhante a do Scorpion do Mortal Kombat. O que me faz lembrar, durante o pouco que joguei (3 fases) não vi o Hayabusa sequer jogar shurikens, só na tela de abertura. Já deu né?

Momento Mazquista na ponte com um gorrrrrdo

Momento mazoquista na ponte com um gorrrrrdo

 

Olhem a falta de noção desse inimigo. No mais há também essas ninjas de biquini (?!?!)

Olhem a falta de noção desse inimigo. No mais há também essas ninjas de biquini (?!?!)

Esse Ninja Gaiden não vale o chip que foi gravado. Que tal procurarmos o paradeiro dos programadores responsáveis e o diretor do jogo pra armar uma vingaça por terem destruído o clássico dos clássicos ninja? Comentem sugestões para a vingança ;p

O Dr. Octopus virou lutador de sumô fraldudo

O Dr. Octopus virou lutador de sumô fraldudo





Rockman World 1 e 2 – Do decepcionante ao ofensivo.

15 04 2009

Tava tudo muito bom até agora, mas não podiam deixar de aparecer merdas né.

Título: Rockman World
Adaptado como: Megaman – Dr. Willy’s Revenge
Produção da Capcom
Para: Game Boy
Em: 1991

jap

usa1

euro1

Muita empolgação minha gente, um jogo do Megaman que cabe no seu bolso. Mentira, ninguém guardava aquele Game Boy monstrinho no bolso. gfs_2053_1_1

Vendo esse jogo fico pensando que os programadores, nos primeiros anos de vida do GB não sabiam explorar nem a metade da capacidade dele. A promessa de levar aquele famoso jogo do NES pra onde você quiser… muito barulho pra pouca ação. Pouca mesmo o jogo só tem 4 robôs e a fase do castelo que é uma fase maior que equivale a 2 fases.

Again...

Again...

No geral o jogo captou bem os movimentos do Megaman, exatamente como no primeiro jogo ele apenas pula e atira. O primeiro defeito você verá de cara que a velocidade parece ser a metade do que era no NES e o cenário é muito apertado, já que não diminuíram o sprite do MEGA, pelo contrário, colaram do Nes pro GB! Andando um pouco você vai notar que modificaram os efeitos sonoros(pra pior claro), mas não chegam a ser ruins. O pior aconteceu com as músicas das fases que são baseadas nas originais do NES, mas o arranjo está horrivel, parece que foi um iniciante que adaptou. Pelo menos graficamente está semelhante, mas aquela coisa né, em Black e White.

Plataforma PAM fez regime.

Plataforma PAM fez regime.

 mega-mand

Iniciando: É uma mistura dos dois primeiros jogos. Quase nada aqui é original. Na verdade seria um Megaman 1 com participação especial do 2, sendo o jogo muito difícil do padrão Megaman 1 de dificuldade. No inicio escolha entre os velhos chefes Elec Man, Cut Man, Ice Man e Fire Man. Não sei se de propósito ou por burrice dos programadores, a questão de dificuldade das fases e chefes mudou. O Cut Man que era o estágio mais fácil não está mais simples, e o Elec Man que era um chefe que era impossível matar com a arma normal agora é aconselhável ser o primeiro a ser derrotado.

Elementos de Megaman 2 nas fases do 1

Elementos de Megaman 2 nas fases do 1

mega-mane

Algumas mudanças são até bem vindas, como no estágio do Ice Man, agora há plataformas de gelo que derretem pra subir e estalactites caindo.

Batalhas literalmente apertadas

Batalhas literalmente apertadas

A grande decepção vem ao final da fase do Willy. Há 4 teleportes onde você vai enfrentar 4 chefes do MEgaman 2 Bubble Man, Heat Man, Quick Man e Flash Man. Você não vai saber onde cada um está e vai ganhar as armas deles… O jogo está quase acabando e você ganha novas armas pra quase não usar. Depois ainda aparece um novo chefe chamado ENKER, que também você ganha a arma pra quase não usar. Que chato heim… Apesar dos defeitos esse jogo até que seria legal se ele não acabasse em 30 minutos.
Título: Rockman World 2
Adaptado como: Megaman 2
Produção da Capcom
Para: Game Boy
Em: 1992

jap2

usa2

Aí crianças, é hora de que?

A BOMBA!
A BOMBA!
A BOMBA!

LA BUEMBA!

DO MÊSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

K-RALHO MEU! A bomba do mês carrega o mesmo título do Megaman 2 na versão americana. Quem achava que Rockman World não podia ser pior enganou-se redondamente:

Seguindo a ideia idiota do jogo anterior, ao invés de criar uma coisa nova pro GB, vamos fazer uma versão piorada do que já passou. As vítimas em questão seguindo a lógica deles seriam Megaman 2 e 3, ou melhor os chefes Metal Man, Wood Man, Air Man, Crash Man, Top Man, Hard Man, Magnet Man e Needle Man.

mega-man-ii

mega-man-iib

Crash e Top num mesmo jogo? I have a bad feeling about this. Vamos falar do único destaque do jogo, colocaram as inovações do Megaman 3, isto é ele dá um Dash escorregão e tem o cãozinho Rush nas 3 formas. Mas o que se vê desde de antes de apertar o START é um trabalho muito ruim. Pra começar você vai ouvir musicas torturantes, não são aquelas músicas adaptadas porcamente do Rockman World 1, são músicas inéditas muito ruins. A música é tão ruim que pode ser comparado ao Street Fighter 3 pirata do Nes e eu não esotu exagerando, se duvidar deve ter algo mais interessante naquele Street Fighter pirata do que aqui. Agora muito estranho isso acontecer numa série que é marcada pelas músicas, bem não vai deixar de ser marcante, negativamente. Mas não é só de música que vive o lixo: os efeitos que eram inferiores no 1 aqui ficaram horrendos e muitos deles parecem vir de outros jogos. O megaman atirando parece uma goteira, a vida é barulho de moeda do Mario, é algo bizarro de se ver. Muitos sprites acabaram se deformando como o Megaman durante a rasteira fica com a boca torta e o braço seco.

Boca torta na rasteira

Boca torta na rasteira

mega-man-iid

Aqui ele tá mais derrotável do que nunca

Aqui ele tá mais derrotável do que nunca

Sim, ainda tá apertado

Sim, ainda tá apertado

O Rush Jet deveria se chamar cabeça voadora. Mas não é só isso, as fases são muito sem noção, as vezes tem plataformas mau colocadas e água aparece do nada, alguns cenários não tem nada haver como o do Hard Man, um festival de mau gosto. Pra completar lembra do problema dos teleportes no final do 1? Bem eles tentaram melhorar, mas continuou uma porcaria. Há 4 teleportes que levam as fases do Megaman 3, mas ainda assim você não sabe pra que fase vai cada um, deixando você pra escolher as armas as cegas. Como um bando de programadores como estes conseguem com um só jogo assassinar os 2 maiores clássicos do Megaman. Vão tomar bem no meio seus bostas!

Quem for arriscar jogar tá aqui uma ajudinha pra vocês na parte do teleporte

Quem for arriscar jogar tá aqui uma ajudinha pra vocês na parte do teleporte

Devoolvam minha fase do HARD MAN!

Devolvam minha fase do HARD MAN!

mega-man-iii

E do Magnet também

Ultima informação: Ao final do jogo tem um chefe inédito chamado Quint que é o robô mais loser de todos os tempos, faz o Top Man parecer um cara legal. O chefe é tão loser que nem a barra de HP aparece de tão rápido que ele morre. E tu ainda ganha a arma do vagabundo!

Com vocês um palhaço dos anos 70... Ah é o Dr. Willy :|

Com vocês um palhaço dos anos 70... Ah é o Dr. Willy 😐